Diário de um skinhead - Antonio Salas
Diário de um skinhead - Antonio Salas

Um dos livros mais interessantes que já li, o livro mesmo sendo massante se torna muito interessante, pelo fato de que o  autor simplesmente se infiltra entre os skins e filma tudo como tiger88.

Os neonazis são doentes, e o autor tem uma visão ampla sobre esse assunto, e por isso  liga os fatos e corre atrás das pessoas mais influentes do neonazismo espanhol. Incrivelmente ele  conseguiu em menos de um ano,  conviver com os principais líderes, presenciar e filmar as “caçadas” e ainda assim sair ileso da infiltração. Podem falar o que quiser sobre Antonio Salas, mas pra mim o cara tem muita coragem.

Outro ponto bem interessante do livro é a participação dos neonazistas brasileiros, que nada mais é do que ignorância do povo, porque para os espanhóis, os sul americanos também não passam de “subumanos”, além de outro fator que todos nós sabemos somos uma raça totalmente mixegenada!

Apenas uma falha no livro seriam as terminologias utilizadas, skinhead não significa neonazistas isto foi uma idéia erroneamente difundida pela mídia tanto que o própria termo skinhead tem origem na jamaica … Porém como a idéia do blog não é a discussão do meu ponto de vista sobre o movimento skinhead e sim sobre LIVROS para mais informações consultem o link http://pt.m.wikipedia.org/wiki/Skinhead

Bom,  leiam o livro somente assim pra ter uma ideia do que os skinheads pensam e como temos de tomar precauções com a propagação deles pelo mundo, apesar de algumas  falhas como: nomes demais,  ou até mesmo erros de tradução, ainda assim dá para aprendermos de forma clara sobre o poder da “propaganda” neonazi e a “lavagem cerebral” que é a sua consequência.

Abraço

Anúncios

4 comentários em “Diário de um skinhead – Antonio Salas

  1. Sinceramente? Doente são todos que se deixam levar pelo que a mídia passa. Vocês não sabem nada sobre essa guerra, porque vivem numa censura e nem percebem. Assim sendo, como em todo grupo ou subcultura, existem os que lutam por um ideal e os que estão ali para fazerem merda. Então muito cuidado ao julgar pessoas e seus ideais, baseando-se no que você aprendeu na tv, na escolinha ou por um livro de um cara qualquer. =]

    1. Me perdoe pela demora, hoje em dia este meu blog ja não esta mais tão ativo, eu concordo contigo quando diz sobre ideais e sobre a censura, sei que quem ganha a guerra sempre conta a história, sei também que os SS da época eram respeitados e admirados pelo alto nível de educação e cultura, sei que durante a guerra também a maior parte do exercito alemão não tinha conhecimento sobre os campos de exterminio, apesar que de uma maneira fria sempre existiu e sempre existirá isso, aconteceu na época das queimadas das bruxas, nas guerras e contos de napoleão assim como possívelmente voltara a acontecer no futuro. Não estou julgando a ideia dos skins, muito pelo contrario do que vc pensa eu ja tive contato com alguns deles na minha jovem vida, ja conversei dialoguei e questionei cara a cara o que eles pensam e porque agem. Porém o que aconteceria se os skins do Brasil se aproximarem dos europeus ou alemães ? Simples seriam ridicularizados ! O Brasileiro em 80% dos casos é mestiço, é raro uma familia pura no brasil pra não dizer levemente impossível. A mídia é defasada concordo nisso contigo, mais o senso critico e a curiosidade sempre nos mostra 3 lados da moeda, o de quem sofreu, quem oprimiu e quem assistiu. Pra quem quer sempre existem mais de um meio de se obter a informação e ir sempre se aproximando do que realmente aconteceu. Hoje em dia podemos ver os três lados, acredito que o direito deles de defenderem seus ideiais acaba antes de serem preconceituosos, preconceito quer dizer medo, medo significa inferioridade! Eu tenho meu proprio ponto de vista que é constantemente alterado de acordo com pontos de vista diferentes que me são apresentados. Cuidado digo eu minha cara, a ignorancia é a maior inimiga do conhecimento e sabedoria, abra seus olhos para a informação. Você acha que essa subcultura que defende um ideial tão nobre como a ideia de uma raça soberana que é tão utópica quanto a anarquia pode ser digna de ser vista como um ponto de vista plausivel?! Peço que leia mais e se atente aos detalhes, o humano em si é uma raça! A raça soberana que eles tanto procuram esta na fortaleza de cada ser, na individualidade e no autoconhecimento, quando pararem de procurar um motivo pra tentar serem “rebeldes” e se olharem no espelho ou olharem ao seu redor talves ai neste momento achem a realidade que vcs tanto lutam para ter, o topo da cadeia alimentar o maior vilão da historia o que realmente precisa ser exterminado se for pensar numa maneira geral de pureza e honradez somos todos nós humanos que destroem, roubam e se acham maiores e melhores que os outros. Lembre-se apenas que quando morremos somos todos igual, apodrecemos e viramos apenas caveiras !

      Acho que todos temos direitos de expor nossas ideias sem opressão !
      “Posso não concordar com nenhuma palavra do que você díz mas defenderei até a morte, o direito de você dizê-las” Voltaire

      Lucaum – Cruz de Ferro MC

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s