O vampiro rei 2 – André Vianco

O vampiro rei 2 - André Vianco
O vampiro rei 2 – André Vianco

O ultimo livro da serie do Vampiro Rei, nesta ultima etapa Lucas já é tratado com respeito e admiração por todos e vai finalmente para a guerra contra o exercito dos “malditos”, contando com uma ajuda inesperada e sempre ao lado de seus Bentos e bravos soldados humanos ele cria uma estrategia para a destruição das forças principais do vampiro rei que fica a cada momento mais organizado e em constante crescimento.

Contudo a chegada do Vampiro Rei e seus guardas pessoais acaba mudando as variáveis da historia e com isso ocorre uma memorável reviravolta, e se inicia o verdadeiro desenrolar .

A Ideia principal do livro assim como o seu final foram bem interessantes, até mesmo levando em consideração que normalmente, em minha humilde opinião, o autor tem o costume de se perder nos finais. Também é importante ressaltar que o livro deixou no ar uma possível continuação.

Esta recomendadíssimo, principalmente pela história se desenvolver em território brasileiro.

O vampiro rei 1 – André Vianco

O Vampiro Rei - Vol. 1 - André Vianco
O Vampiro Rei – Vol. 1 – André Vianco

Lucas o bento esperado passa de apenas um guerreiro que não entende o mundo em que acaba de acordar para se tornar o líder de todas as fortificações humanas. As batalhas se tornam mais intensas e o verdadeiro vilão começa a mover suas peças, a trama começa a se entrelaçar e as forças dos vampiros ganham também um novo líder. Mesmo mediante a toda a responsabilidade que é depositado nas costas de Lucas ele meio que na defensiva acaba  aceitando com coragem e se mostrando a cada momento do Livro ser nobre e forte fazendo com que os orgulhosos bentos se tornem  leais a ele começando assim a realizar as profecias tão esperadas.

Apesar de achar que o autor costuma se perder nos finais de seus livros, até o momento esta se desenrolando de uma forma bem interessante, Lucas conquistando o espaço e assumindo o seu papel como líder de uma forma natural, fazendo o que diziam ser impossível e com isso conquistando  aliados que antes estavam desgostosos com o seu surgimento.

A segunda parte da história vem como um agravante do enredo atual, o vampiro rei começa a ganhar força em meio aos Vampiros que começam a ficar perigosamente organizados, contudo os milagres dão uma nova cara ao livro mostrando uma ponta de esperança aos Humanos. Sem contar que o poder de combate de Lucas é infinitamente superior que as dos outros bentos ele tem praticamente os poderes dos vampiros representado pelos seus olhos brilhantes amarelos, coisa que os demais bentos atuais não possuem e é o único que se mostra capaz de segurar o impeto dos Bentos coisa que era impossível ate então.

 

Bento – André Vianco

Bento - André Vianco
Bento – André Vianco

A luta entre duas forças igualmente destrutivas, num mundo pós apocalíptico onde os humanos tem que viver em fortificações para sobreviver aos ataques de vampiros que são a raça dominante que cada dia crescem mais e mais uma nova raça surge, os bentos.

Após a noite maldita uma boa parte da população mundial caiu num sono profundo, com o passar do tempo alguns acordavam malditos, sugadores de sangue que matavam sem nenhuma misericórdia, outros acordavam humanos porem com uma sede de batalha e com um gosto pela caçada aos vampiros como nenhum outro humano seria capaz de ser até que surgiu o Lucas, um bento que tinha a força dos vampiros e o coração humano, suas habilidades e conquistas como bento nunca poderiam ser comparadas com nenhum outro.

Lucas veio para alterar a balança quebrar o impossível e destruir a maldição dos malditos, e com ele vieram os milagres, e com esses milagres o jogo mudou de sentido e os humanos passaram de caça para caçadores.

O livro tem um excelente desfecho, apesar de ser parte de uma triologia adorei a forma como a história é bem estruturada e como o mesmo consegue brincar com nossa imaginação em ver um humano capaz de ser único em meio ao desespero.

Apesar da mistica dos vampiros serem mais “clássicas” como ingleses ou europeus a ideia de um Brasil pós apocalíptico com eles literalmente comandando e sempre em caçadas por “rios de sangue” que são adormecidos que permanecem vivos ate acordarem sem a necessidade de alimento ou cuidados é muito legal.

Principalmente por ser um autor Brasileiro e por essa magia que ele conseguiu adicionar ao livro eu recomendo, é um excelente livro!

A Casa – André Vianco

A Casa - André Vianco
A Casa - André Vianco

Sinceramente não esperava muito deste  livro, porque acabei de terminar o livro do mesmo autor “Sementes de gelo” que me decepcionou bastante, mas  fui surpreendido com o final.

Devo dizer que ele seguiu o oposto do que costuma acontecer, montar histórias divinas, tramas bem elaboradas que prendem fielmente seus leitores, porém os finais são horríveis.

Este livro tem uma história bastante interessante, trata-se de uma casa que tem o poder de amenizar os corações aflitos por erros do passado.

Um ponto negativo é a monotonia,  mais o final com certeza foi bem interessante por mais contraditório que isso seja.

Sementes no gelo – André Vianco

Sementes no Gelo - André Vianco
Sementes no Gelo - André Vianco

Sementes de gelo tem um tema bem interessante onde os embriões congelados ganham o poder de se materializar por terem espíritos que crescem com o decorrer do tempo como se fosse uma pessoa normal, e que por terem sido “abandonados” adquirem uma raiva muito forte sobre seus pais e pessoas que conviveram com elas em vidas passadas.

Pessoalmente adorei o começo do livro achei bem interessante a ideia porem me decepcionei no final do livro, achei que o final seria algo mais elaborado, porem foi simples e impossível, to certo que o livro se trata de coisas impossíveis num ambiente inviável mais sem exageros.

Digamos que o fim do livro foi o mais extremo e literal “tiro no escuro”.

Porém tirando esses 15% do livro que seria o final o resto é bem legal recomendo.

O senhor da chuva – André Vianco

O senhor da chuva - André Vianco
O senhor da chuva - André Vianco

Este até que é um livro bem interessante. Fala sobre um anjo general que iniciou a batalha negra, e se os anjos perdessem os demonios poderiam espalhar o terror pela terra durante 100 anos. Um detalhe interessante desta batalha é que os demonios podiam arrancar a alma dos humanos sem matá-los propriamente dito. E qual seria a raça mais famosa que vive sem alma?-vampiros.

O vampiro criado neste tipo de pega pra capa são originais uma vez que não foram transformados por outro desalmado, sendo assim carregam os poderes levemente mais turbinados, só que contam também com certas desvantagens, problemas clássicos, tais como não poderem entrar sem serem convidados e coisas do tipo.

Voltando a trama do livro, o genereal entao reune um pequeno exército e caem na porrada contra os demonios. Há detalhes no livro que devem ser lidos, mais a trama em si é muito boa.

Um ponto interessante do livro é o cuidado e o zelo que cada anjo tem com seus irmãos, isso e a imagem que o livro passa deles que além de serem gigantes com asas, transmitem paz apenas em estarem no mesmo ambiente.

Claro que como todo bom livro de André Vianco o final é tão surpreendente que praticamente nos desanima de terminar o livro, o final deste livro em especial é bem … como posso dizer … improvável até mesmo para um livro de anjos, demonios e vampiros.

Vale a pena ler pelas primeiras 200 paginas e tentem tolerar o final, pois é um tapa na cara.

Att.
Lovieira

PS- A cabana ( William  ) ate agora ta muito bom. XD

O turno da noite – André Vianco |ressalva

Finalmente terminei os três livro da série turno da noite, como já era de se esperar a trama principal é muito boa, mais o final … putz o final fez com que eu me arrependesse de ter lido todos os  livros.

Não recomendo em hipótese nenhuma este livro, e eu não sou de fazer isto, mais muito ruim, muito ruim mesmo.

So para ter uma ideia, o  segundo o livro (O Livro de Jó), vou escrever uma sinopse:  Jó  consegue ressuscitar guerreiros romanos, arqueiros ingleses, cavaleiros medievais e até espartanos. Isso sem contar que os guerreiros estavam “praticamente inteiros”, os espartanos ainda eram bombados. Como isso pode ser possível se os caras morreram a muito, muito tempo atrás.  Eu sei que o livro é sobre vampiros (o que já não é muito normal) mais pra quem já leu outros livros de André Vianco, que tem ligação com este e sabe sobre o poder do acordador, que é um dos vampiros do livro “Os Sete” que é um dos “pais” de Jó , sabe que há uma divergência na descrição desse poder! 

Desculpem-me todos que possuem opinião contrária a minha, mas acredito que com uma trama incrivelmente legal,  o final deveria ser no mínimo aceitável, porém este foi praticamente um soco na cara..(RS)

Att.

Lovieira