O turno da noite – André Vianco

O Turno da noite - André Vianco
O Turno da noite - André Vianco

Trata-se da triologia que conta a historia de alguns dos filhos de setimo, mostrando um lado mais antigo dos vampiros brasileiros, conta com personagens ainda mais interessantes como Caliope, uma negra perfeita (que minha namorada não leia isso).

Alem de trabalhar como link com os livros mais antigos, tais como setimo, os sete e ate mesmo O senhor da chuva. As lutas se tornaram ainda mais violentas dando uma pitada do melhor de vampiros e lobisomens.

O fato mais estranho e interessante do é a troca de vilões, o livro é escrito de tal forma que você torce para os vampiros, e contra os militares, o que torna o livro um tanto quanto mais interessante principalmente pela quantia de mortos que os “mocinhos” do livro vão deixando pra tras.

Os Sete – André Vianco

Eu li esse livro ja faz alguns anos, muito legal trata-se da historia de 7 vampiros portugueses que foram encontrados numa caravela nalfraga por uma equipe de jovens. O que torna esse livro muito bom é o medo que os vamipiros fodões tem de tudo que é novo, medo das “carroagens sem cavalos”, das “luzes sem fogo” alem de outras coisas. Isso sem contar que no desdobrar da historia é possivel notar fatos historicos do nosso querido Brasil.
A unica coisa que realmente me incomodou no livro são os exageros que normalmente andam junto com os finais do André Vianco.
Porém mesmo assim, eu recomendo.
Os Sete - André Vianco
Os Sete - André Vianco

Eu li esse livro ja faz alguns anos, muito legal trata-se da história de 7 vampiros portugueses encontrados por um grupo de jovens em uma caravela naufragada. O que torna esse livro muito bom é o medo que os vampiros fodões tem de tudo que é novo, medo das “carroagens sem cavalos”, das “luzes sem fogo”, além de outras coisas. Isso sem contar que no desdobrar da história é possível notar fatos históricos do Brasil.

O único problema na minha opinião sobre os livros do André Vianco é que ele se perde no final deles, ou pra mais ou pra menos, ou ocorre um final totalmente impossível fora de qualquer realidade (tudo bem que o livro é sobre vampiro, mais utilizar coisas como bombas atômicas é foda demais) ou acontece coisas de menos como no caso do livro “O caminho do poço das lagrimas” que o final é totalmente mediano, onde se perde um pouco a mística do livro. Não estou dizendo que os livros sejam ruins eu gostei, só gostei mais pelo conjunto em si.

Att.

Lovieira